.

.
.

.

.

.

.

Construtora da usina de Jirau recebe multa de R$ 475 mil por desmatamento

Do Globo Amazônia:

Construção de usina no rio Madeira causa morte de 11 toneladas de peixes ONG paralisou obra de Jirau em parceria com Odebrecht Odebrecht responde à declaração de Minc sobre Jirau TRF suspende liminar que impedia obra de Jirau

O desmatamento de uma área de 18,7 hectares às margens do Rio Madeira causou uma multa de R$ 475 mil ao Consórcio Energia Sustentável do Brasil (Enersus), responsável pela construção da usina de Jirau, em Rondônia.

De acordo com nota publicada pelo Ibama, que aplicou a autuação, as empresas não tinham licença para remover a floresta nativa, que estava localizada em área de preservação permanente – local próximo à beira de rios, nascentes ou topo de montanhas.

Comentários