.

.
.

Tarta, a promessa

Foto: Alailson Muniz

Ontem, à tarde, a torcida do São Raimundo presenciou o nascimento de um novo craque do futebol paraense. Estreando no Parazão 2009 e com apenas 18 anos de idade, ele entrou em campo e fez logo um gol em menos de 5 minutos.

O nome dele? Leonardo Bruno de Sousa, o Tarta (foto). O moleque veio do futebol amador. Jogou no Arsenal.

Ontem, Tarta mostrou que seu futebol é de gente grande e que ainda vai dar muitas alegrias a torcida do São Raimundo.

O jogo de ontem também foi a demonstração de que o técnico pode sim ganhar um jogo. O primeiro gol foi feito pelo estreante Érick. O segundo por Tarta, o novo xodó da torcida alvinegra, e o terceiro por Michel após um pênalti sofrido por Tinha. Ou seja, três gols feitos ou com a ajuda de não titulares. Frutos da estratégia de Valter Lima.

O técnico ousou ao tirar Luiz Carlos Trindade (meio de campo) para colocar um atacante (Tarta).

O blog tem percebido que quando Trindade está em campo, o futebol de Michel fica limitado. Trindade é o cérebro, mas fisicamente não agüenta os noventa minutos. Quando ele sai essa função passa para Michel que dá mais velocidade ao time. Tinha e Tarta foram os ingredientes ideais para essa velocidade imprimida por Michel.

O melhor em campo foi Michel.

Comentários

.

.