.

.
.

Em Belterra

Neste final de semana, o PMDB deve apresentar a fatura, ainda não quitada, ao prefeito Geraldo Pastana (PT).
Se naõ houver consenso, o município pode ser o primeiro do oeste paraense a pôr fim ao casamento PT-PMDB.

Comentários

Anônimo disse…
Alailson,

Em Belterra o PMDB é oposição ao PT ainda no primeiro mandato de Geraldo Pastana.
Na última eleição o PMDB passou pelo vexame da candidatura Oti Santos, cassado uma semana antes da votacao.
Sobstituido Oti na ultima O PMDB perdeu de novo e continua fazendo oposição acirrada ao Pastana como sempre fez.

Que fatura estaria cobrando então?

Tiberio Alloggio
Anônimo disse…
É irônico né Alailson?
Ele sabe como é lá em Beçterra.
Anônimo disse…
Em Belterra, o Tibério tem razão e todos sabem que PT e PMDB são inimigos históricos.
A Câmara de Vereadores é do PMDB e por isso, querendo a Câmara do seu lado, fez algumas promessas. O PMDB manteve-se inerte e até agora não fez nada. Mas Antônio Rocha vai pressionar Pastana. Se não tiver acordo aí sim os vereadores vão tentar ferrar o prefeito.
Acho que o Alailson quis ser irônico mesmo.

.

.