.

.
.

STF é primeira Corte do mundo a ter canal de vídeo no YouTube

Do G1:


O Supremo Tribunal Federal (STF) assinou ontem um acordo com a empresa Google, que prevê a exibição de vídeos de sessões plenárias da Corte em um canal próprio do Supremo na página do YouTube. O convênio coloca o STF na condição de primeira Corte do mundo a ter um canal de vídeo no site.

Os primeiros vídeos já estão disponíveis para o acesso dos internautas. Além da exibição de trechos das sessões do STF, o canal no YouTube também será utilizado para a veiculação de programas e entrevistas realizadas pela TV Justiça, além de vídeos institucionais.

Apesar de a parceria ser inédita entre os tribunais, outras grandes instituições já dispõem de espaços semelhantes no YouTube, como o Vaticano e a Casa Branca. Durante a solenidade de assinatura da parceria, o presidente do STF, Gilmar Mendes, disse que o mecanismo – no qual a Google oferece a ferramenta e o STF, o conteúdo – irá ampliar a “divulgação igualitária de informações que influenciam diretamente na formação da cidadania” e no dia-a-dia dos cidadãos, que, segundo ele, terão “acesso irrestrito a informação de qualidade”.

Comentários

.

.