.

.
.

Montadoras descartam queda nas vendas

As medidas tomadas pelo Banco Central na sexta-feira (3) para conter o crédito, retirando R$ 61 bilhões da economia com a elevação de depósito compulsório, não devem afetar as vendas de veículos, na avaliação da Anfavea (associação das montadoras).

Para o presidente da entidade, Cledorvino Belini, "o mercado está aquecido e deverá continuar". "Entendemos que seja uma medida de curto prazo. Nos próximos três meses deve normalizar", acrescenta.

Questionado sobre as consequências para o setor se a medida durar mais tempo, o executivo disse que "o nível de juros é baixo" e "essa medida impacta pouco na prestação para o consumidor".

Belini lembrou ainda que a elevação do depósito compulsório para controlar a inflação "já aconteceu várias vezes no Brasil".

Leia Mais Aqui

Comentários

.

.