.

.
.

.

.

.

.

Rosilane cai e Executiva do PT vai pedir explicações

Maria do Carmo
Foto: Alailson Muniz
Rosilane Evangelista
Foto: Alailson Muniz


A demissão da secretária de Finanças de Santarém, Rosilane Evangelista, fato que foi furo jornalístico do Jeso Carneiro, anunciado passo a passo em seu blog, chamou a atenção de analistas políticos mocorongos que viram no episódio a centelha de uma futura crise governista.

O motivo seria a atitude do filho da secretária, Danilo Peloso, aprovado no concurso público realizado em 2008 pela prefeitura. Danilo utilizou-se de um remédio jurídico para assumir o posto para qual foi aprovado no certame: agente de fiscalização da Fazenda.

A juíza Betânia Pessoa Batista abonou o pedido, sob pena de multa diária: R$ 1 mil.

Maria do Carmo não teria gostado: demitiu a genitora de Danilo e construiu uma crise interna. Pelo menos aos olhos dos meros mortais [os eleitores] foi o que pareceu.
Maria do Carmo ainda não se pronunciou oficialmente.

Do lado de Rosilane vieram as explicações do marido, Milton Peloso, e do cunhado, Pedro Peloso.

Ao jornal O Impacto, o companheiro disse que a prefeita Maria do Carmo terá de se explicar à Executiva Municipal do partido. Milton informou ainda que a Executiva teria ficado surpresa com a decisão da gestora.

“O Governo estava em fase de avaliação e, em todos os momentos ela foi profundamente competente no seu trabalho. Se hoje, a Prefeitura está adimplente é fruto do trabalho da Rosilane e, causou surpresa para nós a sua demissão”, explicou Milton Peloso a O Impacto.

Comentários