.

.
.

.

.

.

.

Famílias do Santo André serão remanejadas

Famílias que vivem em uma área de risco no bairro do Santo André serão remanejadas em, no máximo, 60 dias para um local seguro. A decisão foi tomada em uma reunião realizada na última quinta-feira (13), no Palácio Jarbas Passarinho, entre a prefeita Maria do Carmo e os moradores do local.

Juca Pimentel, chefe de gabinete da prefeitura de Santarém, informou que de um total de 23 famílias que precisam ser instaladas em locais seguros, 17 serão remanejadas para casas que estão sendo construídas pela prefeitura no bairro Alvorada, na grande área do Santarenzinho, e 6 permanecerão no próprio bairro de Santo André, em terrenos que serão doados pelo governo municipal.

“No bairro Alvorada, as casas estão em fase de acabamento e eu acredito que não demore muito para que elas fiquem prontas. Quanto aos terrenos, estamos analisando e quando definirmos quais são, eles serão desapropriados e entregues às seis famílias para que elas possam construir suas casas”, disse Juca Pimentel.

As famílias que hoje moram em áreas de risco no Santo André já foram cadastradas pela Defesa Civil Municipal.


Fonte: Ascom/PMS

Comentários