.

.
.

Pantera supera Galo e assume a liderança

Do O Liberal:


São Raimundo é o novo líder da Taça Estado do Pará. A equipe santarena pisou o gramado do estádio Colosso do Tapajós, ontem à tarde, com a classificação às semifinais do returno do Paraense já assegurada, em função da derrota do Paysandu, no sábado, para o Águia, em Marabá. O objetivo dos alvinegros era chegar à primeira colocação e isso foi conseguido com a goleada de 4 a 1 sobre o Independente, até então líder da fase. Com o triunfo, que teve três gols de Leandro Guerreiro, o Pantera chegou a 13 pontos, deixando para trás o próprio Galo e o Cametá, com 12 pontos, cada um. O próximo jogo do São Raimundo será contra o Paysandu, dia 15, na Curuzu. O Remo enfrenta na última rodada o Independente, dia 15, em Tucucuí.

Jogo começou equilibrado, com as duas equipes buscando o gol. O São Raimundo, empurrado por sua torcida, era ligeiramente superior ao adversário. O Pantera teve tudo para inaugurar o placar aos 21 min. O árbitro marcou pênalti em favor da equipe santarena, mas Daniel cobrou mal. O meio-campista bateu no lado direito de Dida, que mandou a bola para escanteio. O gol perdido não abateu o time do técnico Charles Guerreiro. Seis minutos após a cobrança de Daniel, o Pantera balançou a rede, por intermédio de Leandro Guerreiro, após receber passe "açucarado" de Sató.

Em vantagem no placar, o Pantera manteve maior força no meio-campo, chegando ao segundo gol e novamente por intermédio de Guerreiro, aos 32 min. Vélber fez boa jogada e serviu ao atacante, que bateu por cima, sem apelação para o goleiro Dida. Foi o sétimo gol do atacante alvinegro na competição. Tranquila, a equipe santarena foi para o intervalo de jogo com a liderança da Taça Estado do Pará garantida. Somando mais três pontos, o Pantera chegou a 13, passando do próprio Indenpendente e Cametá, que somam 12 pontos, cada um. O Remo, quarto colocado, tem dez pontos, mas pode chegar a 13, caso vença a Tuna Luso, hoje, no Baenão.

O Pantera desperdiçou um penalti (Daniel). O Galo, por sua vez, fez pouco ofensivamente, após ter sofrido o primeiro gol da partida.

O Galo voltou para o segundo tempo sem Neto, que foi substituído por Edilson Belém. Charles Guerreiro manteve a mesma formação do Pantera. Mas o atacante finalizou mal pela linha de fundo. O Galo fez sua melhor jogada, no segundo tempo, aos 17 minutos, com Marçal, que bateu para a defesa, com os pés, de Labilá. Quando era superior, o Galo sofreu o terceiro gol anotado por Aldivan. O time tucuruiense ainda marcou o gol de honra, aos 35, por intermédio de Whégno. Mas o Pantera voltou a marcar, com Leandro Guerreiro, aos 40 min, dando números finais ao jogo.

Comentários

.

.