.

.
.

Justiça garante meia-entrada a estudantes

Em O Liberal:

O juiz Francisco Brandão Alcântara, da comarca de Dom Eliseu, no sudeste do Pará, concedeu uma liminar na manhã de ontem, em uma ação proposta pela União Municipal de Estudantes Secundaristas (Umesde), determinando que o Sindicato dos Produtores Rurais de Dom Eliseu garanta o direito a meia-entrada de todos os estudantes filiados à associação durante todos os dias da realização da Feira Agropecuária da cidade. De acordo com a decisão motivada pela ação proposta pelo presidente da Umesde, Charles Wachtel, a carteira da entidade é válida, sendo que o Sindicato dos Produtores Rurais de Dom Eliseu e a Cia. Itallo Todde devem disponibilizar a obtenção de ingressos para os espetáculos musicais da 9° Expoade, com o desconto de 50%, sob pena de pagar multa de R$ 100,00 por cada desconto não concedido.

Na sexta-feira, 16, o Ministério Público enviou um ofício à diretoria do evento, recomendando que a mesma não criasse obstáculos ou dificuldades para o acesso dos estudantes ao Parque de Exposições, onde ocorre a Feira. No início do mês, os estudantes denunciaram que a Secretaria Municipal de Educação mandou proibir que os filiados à entidade tivessem acesso às escolas da rede pública do município. Atualmente, a entidade, que é representativa de todos os estudantes da cidade, está em campanha de divulgação de carteirinhas estudantis, que serão emitidas gratuitamente aos estudantes. De acordo com os alunos, o motivo do impedimento ainda é desconhecido, sendo que o secretário estaria se recusando a receber a classe estudantil.


Leia Mais Aqui

--------------------
Nota do blog: Juízes como Francisco Brandão Alcântara são raros de serem encontrados neste país.

Comentários

.

.