.

.
.

.

.

.

.

Profunda mágoa

Nas Expressas, de O Estado do Tapajós:

Além da doença e do estresse que o levaram à morte prematura, aos 78 anos, o empresário Paulo Corrêa carregou para o túmulo a mais profunda mágoa de toda sua vida: o não cumprimento do mandado de reintegração de posse do terreno localizado às margens da rodovia Fernando Guilhon, decretado pela justiça, mas solenemente ignorado pelo comando da PM.

***
Outro sonho do empresário que não pôde concretizar em vida: a eleição de seu filho Maurício Corrêa, que é vereador, aos cargos de vice ou prefeito de Santarém.

Comentários

Anônimo disse…
Por que a cúpula da reitoria da UFPA tem dedicado tanto apreço por um dos maiores fraudadores da história da ciência brasileira?
============

ENTIDADE FAZ CURSO COM CONDENADO POR PLÁGIO
http://www.jornaldaciencia.org.br/Detalhe.jsp?id=78939
http://www.rc.unesp.br/ib/dta/Portarias2008/Pt025-2008.doc

http://cienciabrasil.blogspot.com/2011/07/um-recado-que-acabo-de-receber-de-um.html
JKCAMPOS disse…
COMPANHEIRO VAMOS RESPEITAR O HOMEM DEPOIS DA MORTE, VC ACHAR QUE ELE TAVA PREOCUPADO EM VER O MAURICIO VICE OU PREFEITO, AI VC TA DE SACANAGEM. SEU PAULO SEMPRE FOI CONTRA O MAURICIO SER POLITICO, OUTRA COISA ELE NÃO TAVA NEM AI SE ELE IA SER VICE OU PREFEITO.