.

.
.

PF prende quadrilha que traficava peixes ornamentais em Santarém

Do notapajós.com:

Uma casa localizada no Bairro da Floresta foi transformada em um aquário. Na residência, os cômodos eram ocupados por tanques que possuíam um sistema de manutenção do ambiente para peixes como acari, raia e peixes ornamentais. Alguns desses animais foram trazidos do município de Altamira.

A Polícia chegou até a quadrilha por meio de denúncia anônima. Segundo os vizinhos, fazia pouco mais de dois meses que o imóvel estava alugado e todos desconfiavam da rotina do local.

Na casa foram presos dois estrangeiros, sendo um alemão e um colombiano, um maranhense, e uma doméstica natural de Itaituba. A mulher foi apontada como a responsável por vigiar os tanques. Um dos acusados presos foi abordado assim que chegou a residência com uma mala contendo dezenas de sacos plásticos com filhotes de peixes. Outro homem também foi preso em frente a casa.

Durante a noite, a polícia trabalhou na identificação dos presos. Nesta quarta-feira (02) eles deverão divulgar a identificação dos estrangeiros.

Os fiscais do IBAMA estiveram no local para verificar as condições de armazenamento dos animais. Segundo o chefe de fiscalização, Tiago Jara, o local não possuía estrutura adequada e constataram se tratar de um crime ambiental.

O IBAMA informou que será feito um relatório com a quantidade de peixes encontrados na casa e decidido o destino para os animais, para isso, eles avaliarão as condições deles serem devolvidos à natureza. O restante será entregue a criadores autorizados.

Todos os acusados foram levados para a Delegacia da Polícia Federal onde foram enquadrados por crime ambiental e tráfico internacional de animais silvestres.

Comentários

.

.