.

.
.

.

.

.

.

Salame faz estudo jurídico do caso

O deputado estadual João Salame (PPS) faz um estudo jurídico da situação de cassação do prefeito de Marabá, Maurino Magalhães.

Maurino foi cassado e Salame chamado para assumir o seu lugar, pois foi o segundo colocado nas eleições para a prefeitura no último pleito.

Se Salame for alçado àquela prefeitura, os impactos seriam sentidos em Santarém, pois o vereador Nélio Aguiar (PMN) é o primeiro suplente da coligação e seria recambiado para a Assembleia Legislativa do Estado.

Mas Salame ainda está cauteloso e teme dar um passo em falso e perder o mandato.

Por telefone, João Salame disse ao blog que estuda duas questões. Nas duas fará amanhã uma consulta junto ao Tribunal Regional Eleitoral após reunir com seus advogados.

Ele quer saber se pode assumir a prefeitura sem renunciar o mandato. “Para isso, temos uma estratégia jurídica que vamos consultar o Tribunal”, disse.

Na outra opção, Salame diz que seus advogados acham que o prefeito Maurino Magalhães perdeu o prazo para recorrer da decisão. “Nesse caso, ele não teria como voltar mais e eu assumiria imediatamente a prefeitura”, informou Salame. “Também vamos nos informar junto ao Tribunal para ver se confere”.

O deputado espera que amanhã mesmo saia o resultado das duas consultas que serão feitas junto ao Tribunal.

Comentários