.

.
.

Atentado assusta Cláudio Puty


Do Amazônia:

Um automóvel foi incendiado próximo ao escritório do deputado federal Claudio Puty (PT) na madrugada de ontem, por volta das 2h30, na rua Oliveira Belo, entre a avenida Generalíssimo Deodoro e travessa Dom Romualdo de Seixas, no bairro do Umarizal, em Belém.

De acordo com o assessor de agenda do deputado federal, João Correa, o comitê de Claudio Puty se reuniu no escritório da capital paraense, na noite anterior, das 19 horas às 21 horas, para conferir os dados da lista de votação, conforme descrito no blog oficial do parlamentar.

No decorrer da madrugada, poucas pessoas permaneceram no escritório, quando um veículo de modelo e placa ignorados trafegava em alta velocidade e freou bruscamente em frente ao prédio. Nesse momento um coquetel molotov foi atirado de dentro do veículo em direção a um automóvel que pertencia a um morador dos arredores do comitê, que ficou em chamas.

O Corpo de Bombeiros Militar foi acionado para controlar o incêndio e evitar mais explosões, que ocorreram com o estouro dos pneus, por causa das altas temperaturas. O proprietário do automóvel esteve no local do crime e ficou perplexo com a cena.

Ainda segundo o assessor João Correa, um morador de rua que dormia nas proximidades foi atingido por estilhaços da garrafa, mas não sofreu ferimentos graves e foi embora.

"O deputado teve agenda cheia no decorrer do dia, mas foi informado bem cedo sobre o ocorrido e esboçou preocupação, tanto com o nosso comitê quanto com os militantes e moradores do perímetro", disse João Correa.

Por parte do comitê, nenhum boletim de ocorrência foi registrado porque a violência não atingiu diretamente um patrimônio do escritório ou dos trabalhadores. Entretanto, o atentado gerou preocupação. "Agora ficaremos mais cautelosos, situações como essa não são comuns em nossa região", concluiu o assessor.

Comentários

.

.