.

.
.

.

.

.

.

Decretada situação de emergência em Santarém

Após o acompanhamento realizado pelos técnicos da Coordenadoria Municipal de Defesa Civil (COMDEC) e a constatação de enchente anormal prejudicando centenas de famílias da zona rural (Aritapera, Urucurituba, Ituqui, Tapará, Lago Grande e Arapixuna) e causando alagamentos de ruas e residências de bairros da área urbana (Centro, Maracanã, Área Verde, Pérola do Maicá) e comunidades localizadas às margens dos Rios Tapajós e Amazonas (Ponta de Pedras, Alter do Chão e Urumanduba), a Prefeita Maria do Carmo assinou o Decreto Municipal de Nº 089/2012, de 7 de maio de 2012, decretando Situação de Emergência em Santarém, provocada por desastre e caracterizada pela anormalidade da enchente e inundação gradual.

Através do documento, o governo municipal fica autorizado a desencadear o Plano Emergencial e conseguir recursos junto aos governos estadual e federal para atendimento emergencial às famílias da área rural, sobretudo de várzea e intervenção para recuperação, trafegabilidade e segurança dos bairros afetados com a enchente no município que ocorre desde o mês de março deste ano. Atualmente, a situação se agravou e representa grave ameaça à vida e à saúde da população atingida.

O Decreto de Situação de Emergência terá a vigência de 60 dias, prorrogáveis até completar o máximo de 120 dias.

Fonte: Ascom/Prefeitura de Santarém

Comentários