.

.
.

.

.

.

.

Pediatras podem suspender atendimento no Pará

Representantes das sociedades de pediatria paraense e brasileira se reúnem nesta quinta-feira (17) com representantes de instituições do setor médico para definir os rumos dos atendimentos aos planos de saúde no estado do Pará.
A classe médica reivindica, principalmente, melhorias quanto aos valores de consultas, inclusão de procedimentos e autonomia profissional. Na assembleia, será decidido se o setor de pediatria entrará em paralisação.
Em outubro de 2012, a classe decidiu por suspender as atividades em planos de saúde por 15 dias, em protesto que pedia as mesmas reivindicações.
A reunião foi marcada para três dias após começar a valer a medida do Ministério da Saúde que proíbe 28 operadoras de saúde de venderem 225 planos por três meses, devido ao não cumprimento da regra que determina prazos máximos para atendimentos de consultas, exames e cirurgias.
 
(DOL com informações da SOPAPE).

Comentários