.

.
.

Jornalistas agredidos e ameaçados em Altamira


 O Sindicato dos Jornalistas do Pará (Sinjor-PA) repudia a agressão sofrida pelo casal de jornalistas Cleane Xavier dos Santos e Antônio Barros Neto, que são repórteres da TV Altamira (TVA), naquele município, no último dia 17. Eles sofreram chutes, socos e pancadas na cabeça e tiveram a câmera filmadora danificada quando registravam o flagrante de ameaça à vida de um grupo de pessoas que estava pendurado na caçamba erguida de um caminhão. 
 
Foi registrado Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) na delegacia. Três agressores foram presos, mas acabaram liberados na manhã seguinte.  Os jornalistas foram submetidos a exame de corpo delito no Centro de Perícias Científicas Renato Chaves. Uma audiência judicial do caso  foi marcada para o dia 13 de março. 
 
Não bastasse os crimes de agressão cometidos pelos acusados, salta aos olhos o grave desrespeito ao exercício da profissão de jornalista, cujo papel fundamental na sociedade brasileira é a defesa da democracia e o combate à impunidade por meio da denúncia pública das violações dos direitos constitucionais.
 
O Sinjor-PA volta a reafirmar a defesa premente do Jornalismo e dos profissionais jornalistas. Ainda, especialmente, cobra providências das autoridades  para a garantia de proteção aos jornalistas Cleane Xavier dos Santos e Antônio Barros Neto, que vêm sofrendo ameaças após as agressões sofridas. Suspeitos já tentaram invadir a residência do casal, que tem recebido avisos de que o imóvel será incendiado enquanto estiverem dormindo.
 
 
Fonte: Sinjor/PA

Comentários

.

.