.

.
.

Dengue diminui 59% em Santarém, diz Prefeitura


A Divisão de Vigilância em Saúde (DIVISA), órgão vinculado à Secretaria Municipal de Saúde (SEMSA), registrou queda de 59,5% dos casos confirmados entre as pessoas que contraíram a dengue clássica em Santarém. As informações são referentes ao período de fevereiro – mês com maior índice da doença com 205 registros – a 21 de março de 2013 – contabilizados 122 casos positivos. 

Para o coordenador da DIVISA, Dr. João Alberto Coelho, o levantamento é um indicativo das ações que o Comitê de Combate a Dengue e a população vem realizando de forma mais intensa nos dois últimos meses. Na região do planalto, a comunidade Tabocal chegou a apresentar 38 casos confirmados em fevereiro. Enquanto que no mês de março, até o momento, foram contabilizados apenas quatro situações da dengue clássica.
 
Entre os bairros com elevado índice no mês de fevereiro apresentavam-se Diamantino - 20 casos – Santíssimo – 11 casos -  e Santa Clara – 10 casos. Atualmente, Diamantino registrou seis casos, Santíssimo 5 e Santa Clara,  somente 2.
 
Santarém contra a Dengue

A campanha que conta com voluntários – universitários, lideranças comunitárias e agentes de endemias - já realizou ações em mais de 30 bairros do Município. As ações estendem-se com visitas as casas, terrenos baldios, distribuição de material informativo e a eliminação de focos do mosquito. “Mas a população não pode parar. É necessário continuar o trabalho de limpeza e eliminar qualquer material que possa acumular água”, alertou o chefe da DIVISA.

Nesta quarta-feira, 27, será realizada uma reunião entre representantes de todas as instituições envolvidas no Comitê de Combate a Dengue para avaliar as atividades promovidas. O encontro será a partir das 8h, na sede da Coordenadoria Municipal de Defesa Civil, na Travessa 15 de Agosto, entre Borges Leal e Marechal Rondon.
 
 
 

 CCOM/PREFEITURA DE SANTARÉM

Comentários

.

.