.

.
.

Matou pai e irmã sob o efeito de drogas

Em O Estado do Tapajós:

Em depoimento prestado na 16ª Seccional Urbana de Polícia Civil, na tarde desta segunda-feira (19), Yarle Cardoso Gomes, conhecido como Júnior, 19 anos, confessou ter assassinado pela manhã em uma residência localizada na Av. Fernando Guilhon, bairro Maracanã, seu pai Valter Carvalho Gomes, 43 anos e sua irmã Bruna Oliveira Gomes, 20 anos, a golpes de facão. No depoimento ao delegado Jardel Guimarães, o jovem contou que seu intuito ao invadir a casa do pai no início da manhã não era matar ninguém, e sim roubar uma caminhonete de propriedade de Valter. Ele pretendia vender a caminhonete do pai e usar o dinheiro para comprar droga.
Yarle Gomes: crime sob efeito de drogas.
Quando chegou à 16ª Seccional de Polícia Civil no final da manhã desta segunda-feira, Yarle aparentava estar sob efeito de substância alcoólica e de entorpecentes. As frases eram desconexas e num primeiro momento ele disse não recordar de nada.

Somente à tarde, Yarle começou a contar à polícia como tudo aconteceu. O jovem afirmou ter agido sozinho, sem ajuda de terceiros. Ele sabia onde ficava a chave do carro, mas o pai acordou e ao perceber a presença do filho que estava alterado, Valter reagiu na tentativa de impedir o filho de levar o carro. Foi nesse momento que os dois travaram luta corporal e Yarle desferiu os golpes de facão no pai.
Na tentativa de defender, Valter meteu um dos braços na frente do corpo e teve o membro decepado. A vítima que fornecia carne para vários açougues da cidade, também recebeu um golpe profundo no pescoço.
A irmã de Yarle, ao ouvir gritos na casa, saiu de seu quarto para ver o que estava acontecendo. Ao ver a barbárie, Bruna correu para o quarto e trancou a porta, mas o irmão conseguiu arrombar. Ela ainda tentou se esconder no banheiro, mas Yarle desferiu um golpe em suas costas e outro no pescoço, tirando a vida da irmã.

Leia Mais Aqui

Comentários

.

.