.

.
.

.

.

.

.

Alcoa participa de Encontro de Negócios em Santarém



A Federação das Indústrias do Pará (FIEPA), por meio da Rede de Desenvolvimento de Fornecedores do Estado do Pará (Redes), promoveu este mês um Encontro de Negócios Focado com fornecedores da região oeste do Estado. Promovido em parceria com a Alcoa, o evento aconteceu na sede da Associação Comercial e Empresarial de Santarém (ACES) e contou com a participação de cerca de 20 empresas fornecedoras. O treinamento é uma ação estratégica da Redes e visa a aproximação de empresas fornecedoras locais com as áreas de compras das grandes indústrias compradoras no Pará. O foco é estimular o estreitamento de contatos e a consolidação de novos negócios no Estado.

A Alcoa é uma das empresas que investe na valorização e no fortalecimento dos fornecedores locais. Em 2013, a companhia já movimentou um total de R$100 milhões de reais na região oeste paraense. Este montante representa 95% do total de investimentos realizados somente no Estado, que foi de R$106 milhões. Isso demonstra o fortalecimento da relação da companhia com os fornecedores regionais e o cumprimento do compromisso assumido desde a implantação do empreendimento em Juruti.

Durante o encontro em Santarém, a Alcoa apresentou os critérios de como uma empresa pode se tornar fornecedora e quais suas atuais demandas de materiais para compra. As empresas presentes no evento conheceram estas necessidades e fizeram um pré-cadastro para se tornarem fornecedoras de materiais específicos de diversos segmentos, como montagem eletromecânica, manutenção e construção civil, rolamentos, produtos elétricos, entre outros.

Para Marco Noronha, gerente de Aquisição e Logística da Alcoa Juruti, o encontro foi bastante produtivo e contribuiu para o debate sobre desafios enfrentados hoje na região, como a oferta limitada de fornecedores locais de alguns materiais mais complexos. “Existem empresas fornecedoras que se cadastram, mas que não trabalham com o material que é de necessidade da companhia”, informou. “Estamos otimistas e queremos firmar mais parcerias na região, mas é preciso também que as empresas fornecedoras diversifiquem mais as suas atividades”.


Exigência e qualidade – Desde o início das operações em 2009, a Alcoa Juruti valoriza, qualifica e contrata parceiros comerciais com base em critérios de sustentabilidade estabelecidos pelo Programa Compras Sustentáveis, da própria companhia.

Todas as empresas interessadas em fazer parte da cadeia de fornecimento devem responder a um questionário básico, que avalia quesitos trabalhistas, sociais, ambientais e de governança. As respostas e evidências documentais são avaliadas por um auditor interno ou externo, podendo ser realizadas visitas eventuais para obter mais informações sobre as práticas dos parceiros. (Ascom Alcoa)

Comentários