.

.
.

.

.

.

.

Título de ‘Utilidade Pública’ vai fortalecer festa do Çairé

Dayan Serique, Nivaldo Coelho, Edilberto Ferreira e Marlison Soares.
O vereador Dayan Serique (PPS) entregou na tarde desta quarta-feira, 11, aos representantes dos botos tucuxi e cor de rosa, e a coordenação do festival folclórico do çairé, a cópia do Projeto de Lei que concede a eles, o título de Utilidade Pública.
O projeto apresentado mês passado, na Câmara de Vereadores, vai garantir um maior respaldo aos principais responsáveis pela realização do evento que acontece todos os anos na vila de alter do chão (a 36 km de Santarém). A partir desta lei os coordenadores dos botos e do festival terão novas oportunidades para arrecadar recursos e organizar o evento com antecedência, além de alguns subsídios fiscais.

Segundo o vice-presidente do boto tucuxi, Edilberto Ferreira, um dos maiores entraves enfrentados hoje, é referente à dívida deixada pela empresa Duetto Assessoria em Eventos, que organizou o Çairé por dois anos. “Com essa titulação, os botos, enfim, terão mais chances de correr atrás do prejuízo e quitar as dívidas que impedem a captação de novos recursos”, disse Ferreira, afirmando que apenas os governos do município e do Estado estão financiando o evento deste ano.

Para o coordenador do festival, Marlison Soares, com a Lei de Utilidade Pública a festa passa a ser de responsabilidade do município, do Estado e, também, da sociedade santarena. “Agora, o Çairé tem tudo para chegar ao topo e disputar, em igualdade, com os grandes eventos nacionais como o festival de Parintins e o carnaval do Rio de Janeiro, ressaltou.

O presidente do boto cor de rosa, Nivaldo Coelho, disse que o título foi merecedor e que a coordenação fará de tudo para honrar com muita responsabilidade. “Nós temos o direito e o dever de engrandecer a festa”, ratificou.

De acordo com o autor do projeto, vereador Dayan Serique, a ideia é fortalecer as entidades que fazem o Çairé e permitir que haja transparência na aplicação dos recursos utilizados na festa. “Nós queremos que as duas entidades e a coordenação do Çairé se adéqüem as exigências legais, para que o evento ganhe maiores proporções”, disse o parlamentar.

O vereador reforçou que a proposta é de fortalecer culturalmente a festa do Çairé para que ela proporcione oportunidades e melhores condições de vida à comunidade que representam, tendo como foco principal o incremento nas questões ligadas a responsabilidade social, cultural, religiosa, histórica e artística, da vila de alter do chão.


No próximo dia 19, quinta-feira, o prefeito Alexandre Von, juntamente com o vereador Dayan Serique farão, oficialmente, a entrega da lei, aos  agraciados com o título. (Ascom Parlamentar)

Comentários