.

.
.

Nélio Aguiar quer mudar de Belém para Santarém a entrega dos documentos de aprovados em concurso da PM



O deputado Nélio Aguiar (DEM) fez um pronunciamento incisivo, nesta quarta-feira, 9 na Assembleia Legislativa do Estado do Pará (Alepa)  para  cobrar do Governo do Estado retificação do edital do último concurso da Polícia Militar com o objetivo de tornar também o município onde foi realizada a prova o local da entrega dos documentos dos aprovados. Moção nesse sentido também foi encaminhado em caráter de urgência a Secretaria de Estado de Administração (SEAD).

“Em razão ter sido procurado por um grupo de candidatos que prestaram o último concurso da Polícia Militar do Estado do Pará  para o cargo de soldado, pedindo meu apoio, peço,  em caráter de urgência, solicito a retificação  do edital do certame, convocando os candidatos aprovados para a entrega de documentos (próxima etapa do concurso) não somente em Belém-Pará, incluindo Santarém e Marabá”, diz o documento.

O parlamentar faz questão de frisar que das vagas ofertadas no concurso, Santarém é umas das cidades Polo para o curso de formação. “Sem dúvida a limitação prevista no edital de convocação para a entrega de documentos somente na capital paraense fere frontalmente os Princípio Constitucionais da Isonomia, razoabilidade, entre outros. Não é demais lembrar que cabe sim á Administração Pública proporcionar a oportunidade de selecionar aqueles mais capacitados para o exercício de funções estatais, cargos públicos e, de outro proporcionar a todos as mesmas oportunidades de integrarem os quadros da administração, mas tudo dentro da obediência dos princípios constitucionais”, defendeu na tribuna.

Nélio Aguiar disse ainda que a limitação do local de provas apenas em Belém acarretará ainda sérios prejuízos de ordem econômica para os candidatos aprovados que residem no interior do Estado, “principalmente em Santarém, Marabá, cidades polos do curso de formação, pois terão que se deslocarem até a capital paraense para concluírem as demais etapas”, disse.

Assessoria Parlamentar

Comentários

.

.