.

.
.

.

.

.

.

Governo retoma em fevereiro obras de ampliação da rede de abastecimento de água em Santarém

Presidente da Cosanpa, Antonio Braga (c), deputado 
Nélio Aguiar e prefeito Von: água e saneamento.
Da Agência Pará:

As obras de ampliação do sistema de abastecimento de água da cidade de Santarém, no oeste do Pará, serão retomadas pelo governo do Estado já em fevereiro. O contrato com a empresa vencedora da licitação, a CMT Engenharia, foi assinado nesta terça-feira (7), por Antonio Braga, presidente da Companhia de Saneamento do Pará (Cosanpa), e Francisco de Moura Filho, diretor-presidente da CMT Engenharia. O investimento total é de R$110,9 milhões. Da solenidade também participaram o prefeito de Santarém, Alexandre Von, o deputado estadual Nélio Aguiar, e o diretor de Expansão e Tecnologia da Cosanpa, Flávio Proença.

Com as obras, a cobertura de distribuição de água em Santarém passará de 57% para 95%. A população atendida pela rede de água saltará de 122 mil habitantes para 204 mil. Toda a ampliação da rede de distribuição de água deverá ser concluída no início de 2016.

Atualmente, a captação de água em Santarém é feita de 14 poços profundos e oito poços rasos, para uma rede de distribuição de 361 quilômetros. O projeto de ampliação implantará oito novos poços, com 250 metros de profundidade, e implantará mais 316 km de rede, quase dobrando a capacidade de distribuição. O projeto também contempla a implantação de quatro reservatórios elevados e nove reservatórios apoiados.

Esgoto - Durante a assinatura, o presidente da Cosanpa ressaltou a importância da renovação do contrato de concessão para prestação do serviço de abastecimento de água e coleta e tratamento de esgoto, firmado entre a Companhia e a Prefeitura de Santarém, em junho de 2013.

Segundo o contrato, a Cosanpa será responsável pela captação, adução e tratamento de água bruta; adução, reservação e distribuição de água tratada; coleta, transporte, tratamento e disposição final de esgoto sanitário.

O contrato, com duração de 25 anos, tem um Programa de Metas, destinado a assegurar aos usuários o acesso aos serviços. “Esta renovação permitiu o meio legal, pelo qual foi possível assinar o contrato de hoje com a empresa de engenharia, garantindo assim que as obras para melhoria e ampliação do abastecimento de água em Santarém comecem efetivamente”, informou Antonio Braga.

O prefeito de Santarém afirmou que a retomada das obras de ampliação é um anseio dos habitantes de Santarém, por isso será um marco histórico na cidade. “É o maior volume de investimentos dos governos federal e estadual já feito em Santarém, e que vai deixar o nosso município com a maior cobertura de água em todo o Pará”, acrescentou Alexandre Von.

Recursos - Até 2011, quando as obras foram interrompidas em Santarém, a Cosanpa havia investido R$ 12,8 milhões no projeto. Ainda serão investidos R$ 98,1 milhões. Do total de recursos, R$ 41,6 milhões são oriundos da União e R$ 69,3 milhões do governo do Estado, sendo R$ 28,4 milhões financiados pelo Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS). O investimento beneficiará 95% dos bairros de Santarém.

A Cosanpa também financiará obras de melhoria da rede de esgoto em Santarém, no valor de R$ 176,3 milhões, incluindo a coleta e o tratamento de resíduos na sede municipal de Santarém e na Vila de Alter do Chão, que também receberá investimentos na rede de abastecimento de água.


Os três projetos já foram aprovados nas fases 3 e 4 do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC 2), do governo federal.

Comentários