.

.
.

Mais um ciclo de editor que se fecha


Em nossa profissão é preciso informar sempre. A informação tem o seu valor sob diferentes óticas, prismas, vertentes, tangentes, ângulos e visões. Destarte, informo aos colegas que não sou mais editor-chefe do jornal OEstado do Tapajós.

É mais um ciclo de minha vida profissional que se fecha [são onze anos de jornalismo impresso]. Foram três anos de aprendizado e de relacionamentos com pessoas que me ajudaram a crescer, a aprender e a entender o mundo.

Obrigado aos repórteres que me aturaram e tiveram o desprazer de labutar sob a minha chefia durante esses 36 meses. Também agradeço ao chefe maior Miguel Oliveira, que me possibilitou esse desafio.

Contínuo desenvolvendo minhas outras atividades e, assim, recebendo e ajudando os colegas sedentos por notícias.

O tempo exíguo que me resta será dispensado à saúde e ao polimento das engrenagens da vida.

Comentários

.

.