.

.
.

.

.

.

.

Mojuí dos Campos ganha mais segurança com implantação da Unidade Integrada de Polícia Pro Paz



Da Agência Pará:
Os quase 16 mil habitantes de Mojuí dos Campos, o mais novo município do oeste paraense, contam, desde agosto de 2012, com uma Unidade Integrada Pro Paz (UIPP), localizada no bairro Esperança. A unidade é uma das inúmeras obras do Governo do Pará voltadas ao trabalho integrado das forças que compõem a Secretaria de Estado de Segurança Pública e Defesa Social (Segup) no Baixo Amazonas. A UIPP, que recebeu um aporte financeiro de R$ 1.040.82,78, reúne, em um único espaço, agentes da Polícia Civil, da Polícia Militar, assim como profissionais do setor psicossocial do Pro Paz.

Os profissionais da UIPP Mojuí dos Campos atendem a população local e aproximadamente 136 comunidades rurais com serviços 24 horas. Outro detalhe importante da unidade foi a criação do setor de identificação, que antes era realizado na Prefeitura Municipal. Desde sua inauguração, já foram emitidos 2.336 documentos de identidade (RG), para atender ao novo município e zona rural.

O mojuiense Charles Lima (22), morador da comunidade São Francisco, distante 17 km da cidade, foi um dos beneficiados com o serviço do Governo do Pará. “Antigamente era muito difícil tirar identidade. Temos muitas comunidades e a maioria é muito distante da cidade, sem falar que o único lugar onde dava pra fazer o RG era em um setor da prefeitura, que não comportava muita gente. Hoje em dia a gente vem aqui na UIPP, traz a certidão de nascimento, duas fotos três por quatro e o documento é emitido em sete dias úteis. Isso é muito importante pra gente, pois além de nos oferecer mais segurança a unidade facilitou esse serviço”, conta.

A UIPP de Mojuí dos Campos possui o mesmo padrão de engenharia das unidades construídas no Estado. Ela tem dois blocos subdivididos em recepção; sala de mediação de conflitos; setor de atendimento psicossocial do Pro Paz; comando da Polícia Militar; monitoramento; banheiros masculinos e femininos, para servidores e público atendido; local de espera para detenção provisória; sala de reconhecimento de suspeitos; sala de escrivão; setor de emissão de documento de identidade; gabinete do delegado; alojamentos para plantonistas; banheiro para portadores de necessidades especiais; copa; cozinha e estacionamento.

Para o 1º Sargento PM Irailton, que atua como comandante do destacamento da PM no município, a implantação da unidade na cidade representa um importante avanço da Segup na região que compreende todo o Baixo Amazonas. “Atuamos com um efetivo de 17 homens, subdivididos em três guarnições, que fazem rondas diuturnas pela cidade e comunidades circunvizinhas. A chegada da UIPP no local foi muito comemorada pelos moradores, que agora podem contar com um serviço mais imediato da Polícia Militar e Polícia Civil”, explica.

O delegado Domingos Dejalma, lotado na Superintendência Regional de Polícia do Baixo Amazonas e titular da UIPP de Mojuí dos Campos, conta o que mudou no serviço de segurança na região. “Antes de receber a Unidade, as ocorrências policiais de Mojuí eram atendidas por agentes de segurança lotados na seccional de Santarém, que se deslocavam 37 km para averiguar situações como flagrantes, inquéritos, investigações, Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO), Autos de Apreensão, entre outros. A população local só contava com um prédio de instalações muito precárias, onde funcionava o destacamento de Polícia Militar (DPM) e uma pequena delegacia, que não tinha um representante legal. Agora os mojuienses estão mais amparados pelo Estado”, declara.

Detalhamento da obra:

Início da obra: outubro de 2012

Previsão de conclusão: agosto de 2013

Andamento da obra: concluída e inaugurada

Valor global da obra: R$ 1.040.82,78

Empresa responsável: Contap Construtora Ltda

Secretaria responsável: Secretaria de Estado Segurança e Defesa Social (Segup)

Secretaria beneficiada: Secretaria de Estado Segurança e Defesa Social (Segup)

Órgãos beneficiados: Polícia Civil, Polícia Militar e Pro Paz


Texto:
Nil Muniz
Secretaria de Estado de Comunicação

Comentários