.

.
.

Charlie Hebdo: lá e aqui

Se o ataque a revista francesa Charlie Habdo fosse no Brasil primeiro as autoridades iriam checar se os "meninos" não eram filhos de juízes, políticos ou empresários milionários para depois prendê -los. Ou vocês acham que queimar vivo índio e mendigo não se compara a um ato terrorista para os civilizados? Caso fossem "filhos de família", no domingo teria um Fantástico com uma entrevista deles e criticas ao sistema penal brasileiro.

Comentários

.

.