.

.
.

Taxista que atropelou Raildes Fernandes disse que não sentiu o acidente


Kassio Jean da Silva Botelho.

No blog Quarto Poder, do Marcos Santos:

O motorista que atropelou e matou a professora Raildes Lopes Corrêa Fernandes, 50 anos, na manhã da última terça-feira (2), na avenida Bartolomeu de Gusmão, em Santarém, se apresentou à polícia na tarde desta quarta-feira (3). Kassio Jean da Silva Botelho, 21 anos, conduzia o veículo que atropelou a professora que caminhava no calçadão do Parque da Cidade.

Em depoimento ao delegado Herbert Farias Jr., o motorista afirmou que não percebeu que havia atropelado alguém e que foi para casa tranquilamente. Kassio é taxista e foi liberado logo após prestar esclarecimentos sobre o acidente. O delegado informou que o motorista será indiciado por homicídio culposo, quando não existe a intenção de matar. Herbert Farias, no entanto, explicou que existem os agravantes, uma vez que ele fugiu sem prestar socorro à vítima.

O delegado estuda a possibilidade de pedir a prisão preventiva dele nos próximos dias.

Comentários

.

.