.

.
.

‘Unidos do Morro’ leva 20 mil pessoas às ruas de Óbidos

Fobós são a identidade da festa em Óbidos.
Uma brincadeira de amigos durante a quadra carnavalesca deu origem, em 1997, a um dos mais tradicionais blocos de carnaval de Óbidos, o Unidos do Morro, que na noite desta segunda-feira, 9, arrastou mais de 20 mil foliões pelas rua do município durante o Carnapauxis.

Conhecido por ser o bloco que reúne a maior quantidade de Mascarados Fobó, o Unidos do Morro leva para as ruas dois trios elétricos e oito alas de foliões, incluindo os macarados Fobós. Na sede do bloco, o presidente Nonato Santarém faz todos os anos o mesmo ritual de organização. “É uma responsabilidade enorme, mas que desempenhamos com amor e muito respeito”, afirma o coordenador, que está à frente do bloco desde 1998.

O Unidos do Morro congrega pessoas de todas as idades, que se caracterizam de mascarados e saem às ruas munidos de maisena e de uma bexiga feita da seringueira, com as quais costumam meter medo nas crianças.

Um dos destaques do bloco está na ala das fantasias de luxo. Dona Valdeci Socorro Costa, de 48 anos, vem todos os anos de São Paulo para participar do arrastão do Unidos do Morro. Ela é obidense, mas mora no sudeste do País há 31 anos e é responsável pelo toque de glamour do Carnapauxis. Por conta de uma parceria com a escola de samba paulistana “Vai Vai”, ela consegue doações de fantasias usadas no carnaval. As doações  são trazidas para Óbidos e usadas pelos foliões da ala de Luxo.


“Há oito anos venho para Óbidos. Consigo as fantasias sem custo algum para o bloco e trago para o desfile. É o melhor carnaval do mundo para mim e minha família”, conta dona Valdeci Costa ainda na concentração do bloco.

Fantasias e trios elétricos a postos, Fobós na rua e, enfim, os integrantes do Unidos do Morro ganham as ruas estreitas da cidade que ainda conserva fortes traços da arquitetura portuguesa, com seus casarões antigos. Logo as ladeiras são tomadas pelo colorido e alegria dos mascarados.

A banda conduz a multidão entoando marchinhas compostas por artistas da terra. “É um carnaval simples e democrático, por isso mesmo ele ganha mais adeptos a cada ano e vem se consolidando como um dos melhores carnavais de rua do Baixo Amazonas. Só temos a agradecer à imprensa, ao governo do Estado e ao nosso povo pelo apoio dado ao carnaval de Óbidos”, destaca Sandro Silva, secretário de Cultura do município.

O bloco percorreu as principais ruas do centro da cidade até chegar ao Fobódromo, por volta das 20h, onde a folia seguiu até a madrugada reunindo um grande público.

O Carnapauxis encerra nesta terça-feira, 9, com o arrastão do Bloco das Virgens, um dos mais tradicionais e antigos da cidade. Pela regra, só desfilam homens, e vestidos de mulher. Mas ao contrário dos outros blocos de mascarados, neste o uso da maisena é proibido. A expectativa é de que 40 mil pessoas participem da última noite de folia no Fobódromo.

Alailson Muniz
Agência pará

Secretaria de Estado de Comunicação

Comentários

.

.