.

.
.

.

.

.

.

Governo desapropria área para instalação do Distrito Industrial de Santarém

Decreto publicado no Diário Oficial do Estado do último dia 4 de abril desapropria, em favor do Estado do Pará, uma área de 250 hectares no município de Santarém, no Baixo Amazonas, visando à criação e implantação do Distrito Industrial local. O terreno fica situado na entrada do quilômetro 11 da Rodovia PA-370, também conhecida como Santarém-Curuá-Una, rodovia estadual que liga o centro urbano da cidade de à usina Hidrelétrica Curuá-Una.

Segundo o presidente da Associação Comercial e Empresarial de Santarém, César Ramalheiro, a expectativa para a criação do Distrito Industrial é a melhor possível, pois trata-se de um sonho antigo da população. “Certamente será um divisor de águas para a região, pois vai possibilitar a verticalização do processo produtivo e considerável aumento de emprego e renda”, diz.

O objetivo é fomentar novos investimentos, trazendo benefícios à economia por meio da agregação de valor à cadeia produtiva e, em especial, da oferta de empregos, considerando que a instalação do Distrito Industrial em Santarém é uma forma de fomentar o processo de crescimento econômico do Estado e constitui um importante instrumento para o desenvolvimento da região.

A Companhia de Desenvolvimento Econômico do Pará (Codec), que administra os distritos industriais do Estado, planeja um distrito no padrão dos melhores do país. A diretoria executiva da Codec fez uma série de visitas a distritos industriais e zonas de processamento de exportação nos Estados de Minas Gerais (Codemig), Ceará (Porto do Pecém) e Piauí (Parnaíba), para extrair exemplos de boas práticas que influenciam no processo de planejamento do novo distrito industrial paraense. 

Segundo o presidente da Codec, Olavo das Neves, a criação do Distrito de Santarém rompe um hiato de quase três décadas, pois o último distrito instalado no Estado, em Marabá, data de 1987. "A ideia é contribuir ativamente no processo de verticalização como matriz de desenvolvimento no Estado. Entendemos que a liberação de áreas adequadas e incentivadas é importante ferramenta na consolidação deste processo que culminará com a aceleração do desenvolvimento econômico e geração de emprego e renda”, afirma.

“Neste contexto não posso deixar de salientar o empenho visionário e determinado do secretário Adnan Demacki à frente da Sedeme e como presidente do Conselho de Administração da Codec, bem como da Prefeitura de Santarém, que não está medindo esforços para conclusão do novo distrito", concluiu Olavo das Neves.

Helena Saria

Companhia de Desenvolvimento Econômico do Pará

Comentários