.

.
.

Saúde e educação não conseguem sobreviver sem investimentos

Dayan Serique: contra PEC/241
O vereador Dayan Serique (PPS) usou a tribuna da Câmara Municipal, na manhã desta terça-feira (25), para reafirmar que os setores da Saúde e Educação não conseguem sobreviver sem investimentos. O parlamentar voltou a se referir a votação da PEC/241, que será votada hoje na Câmara dos Deputados e prever cortes em investimentos básicos e congelamento de salários pelos próximos 20 anos.

Dayan Serique lembrou que em 20 anos deixarão de ser investidos na Saúde cerca de 58 bilhões e que a Educação será bastante castigada. “Saúde precisa de investimentos. Em relação à Educação, basta lembrar que somos o 83º país no ranking educacional. Sem investimentos, vamos chegar ao nível dos países extremamente pobres”, disse Serique.

Para o parlamentar, o ajuste fiscal e financeiro necessário à recuperação econômica do país não pode castigar apenas o povo Brasileiro. “Se tivermos que passar o Brasil à limpo, todas as esferas têm que ser sacrificadas. Não apenas o povo brasileiro. Já pagamos uma das maiores cargas tributárias do mundo. Essa política tem que ser estendida aos tribunais de contas, ao legislativo, ao executivo em principalmente ao judiciário”, argumentou o líder do PPS.

O vereador finalizou cobrando também uma ação ampla e eficaz de combate à corrupção. “Esquemas de corrupção levam bilhões dos cofres públicos e esse dinheiro nunca volta, nunca é devolvido. Precisamos acirrar o combate à corrupção e criar mecanismos de punição e de repatriação desse dinheiro”, finalizou Serique.
(Ascom/Gabinete)

Comentários

.

.