.

.
.

.

.

.

.

Sairé poderá ganhar estrutura permanente para apresentação dos botos

Hoje, o Sairé tem uma estrutura que não é permanente.
Foto: Rodolfo Oliveira/Ag. Pará
Blog do Alailson - O Festival dos Botos, que integra a festa do Sairé, em Santarém, poderá ganhar estrutura fixa e permanente para apresentação dos botos Tucuxi e Cor de Rosa. O deputado federal Francisco Chapadinha (PTN) destinou emenda parlamentar no valor de R$ 1,2 milhão para execução da obra.

Hoje, o espaço onde os botos se apresentam não é fixo. O local é chamado de Saeródromo, Lago Verde ou Lago dos Botos. Para que as duas agremiações se apresentem, faz-se necessário a construção de arquibancadas, estrutura de camarotes e palco, além da praça de alimentação, banheiros e entrada especifica para os carros alegóricos, itens e artistas. Essa estrutura efêmera gera custos aos cofres públicos anualmente.

O blog apurou que os recursos destinados à construção do Saeródromo seriam alocados para a execução de um projeto de construção de novas barracas na praia da Ilha do Amor, ainda na vila de Alter do Chão. No entanto, empecilhos da ordem legal impediram que os recursos fosses utilizados, pois, dessa forma, haveria prejuízo aos atuais proprietários das barracas. Haja vista, que passaria a existir a exigibilidade de um processo licitatório.

Ainda na área de turismo, uma segunda emenda no valor de R$ 1,3 milhão foi disponibilizada para a pavimentação da rodovia que liga o distrito de Alter do Chão à Praia do Pindobal, no município de Belterra. Iniciativa, também, do deputado federal Francisco Chapadinha.

A referida Praia tem despontado como um dos locais mais procurados pelos turistas e visitantes da região e possui estrutura de restaurante e pousada para atender aos banhistas. A assessoria do gabinete do deputado Francisco Chapadinha confirmou a informação ao blog.


Problema à vista - O prefeito Nélio Aguiar informou, em sua mensagem ao legislativo municipal, que o município de Santarém está inserido no Cadastro Único de Convênios, o CauC, devido à falta de regularidade com as obrigações previdenciárias na gestão anterior. A liberação dos recursos oriundos das emendas parlamentares do deputado Francisco Chapadinha pode ser prejudicada. (Alailson Muniz)

Comentários