.

.
.

.

.

.

.

Desenvolvimento deve andar de mãos dadas com a legalidade, diz Nélio Aguiar

Em reunião que pautou o desenvolvimento do município de Santarém, na tarde de ontem na Câmara Municipal, o prefeito Nélio Aguiar defendeu o crescimento econômico e a chegada de novos investimentos com respeito às legislações, dentre elas, a ambiental. Participaram da reunião Olavo das Neves, presidente da Companhia de Desenvolvimento Econômico do Pará (Codec), vereadores, Roberto Branco presidente da Associação Comercial e Industrial de Santarém (Aces), e sociedade civil organizada.

“Somos a favor da implantação do distrito industrial de Santarém. Somos favoráveis também à implantação de portos em Santarém, desde que sejam cumpridas as leis, seja feito o EIA-Rima, sejam feitas as audiências públicas com participação da sociedade. Todo projeto que tiver dentro da legalidade, que tiver transparente, e que realmente for trazer vantagens para Santarém, trazer emprego e renda e que for possibilitar aumento da arrecadação, nós vamos defender”, afirmou o prefeito Nélio Aguiar.

O prefeito acrescentou que, por meio da política de desenvolvimento, a gestão tem buscado parcerias de investimentos públicos e privados com os governos estadual e federal. “Com governo do Estado estamos tratando a construção do Centro de Convenções que vai aquecer a indústria do turismo em Santarém. Trata-se de uma indústria que não polui e que mais cresce no mundo inteiro”.

Preocupado em atrair novos investimentos para a região, em março, Nélio Aguiar expôs ao ministro de Minas e Energia Fernando Bezerra Filho a preocupação em relação à oferta de energia na região, e numa luta junto com a Associação Comercial e Empresarial de Santarém (Aces) solicitou a construção do novo linhão tramoeste para melhorar a qualidade de energia. A obra foi incluída no primeiro leilão e a empresa Equatorial Energia S.A venceu a competição.

O prefeito também esteve em Brasília com o ministro dos Transportes, Portos e Aviação Civil Maurício Quintella, para requerer a inclusão do trecho de Santarém no estudo de viabilidade para realizar a concessão na rodovia federal BR-163. Naquela ocasião, Nélio também solicitou que o projeto Ferrogrão (corredor ferroviário para o transporte de grãos da região centro-oeste para o estado do Pará) seja estendido até Santarém, ao invés somente de Miritituba.

Ressaltando a necessidade de todos os segmentos lutarem pelo desenvolvimento juntos, sem nenhum interesse pessoal ou político-partidário, o prefeito Nélio acrescentou: “Temos que buscar nos unir, caminhar juntos sem vaidade levantando uma bandeira coletiva”.

A reunião foi rica em opiniões, que por muitos momentos divergiram, mas ao final convergiu para um entendimento: um documento manifestando apoio ao desenvolvimento do município foi assinado pelos poderes Executivo e Legislativo, Codec e sociedade civil organizada.

Para o vereador Henderson Pinto, Santarém viveu uma imagem negativa de que investimentos grandiosos não podiam se instalar no município, e destacou a necessidade de mudar essa visão. “Com a nova gestão, estamos fazendo o contrário, reconstruindo essa imagem. Essa reunião faz parte desse conjunto de ações do governo para que a gente possa trazer investimentos para Santarém e melhorar a vida da população”.

O presidente da Companhia de Desenvolvimento Econômico do Pará (Codec) Olavo das Neves discorreu sobre os entraves que impedem a instalação de grandes investidores em Santarém e ressaltou a importância da abertura de oportunidade para novos empreendimentos. “Não queremos mais os alunos das nossas universidades buscando oportunidade em outros lugares, precisamos fazer oportunidades aqui em Santarém. Temos que receber de braços abertos os investidores aqui. Temos que iniciar projetos que agreguem emprego de qualidade e renda. Não dá mais pra aceitar ser exportação de mão de obra”, finalizou.



Redação do Blog com Informações da Ascom/PMS

Comentários