.

.
.

Rede Record derrubou Ricardo Teixeira

Ricardo Teixeira: ditador.
O bispo venceu a primeira. Foi a Record que fez Ricardo Teixeira deixar a CBF para um vassalo seu assumir posteriormente.

Engana-se quem pensa que Ricardo Teixeira vai deixar de mandar na CBF. Aliás, ele iria colocar um parente no seu lugar, mas não espante se o Ronaldo Fenômeno assumir a presidência daquela entidade. Entidade essa que recebe milhões em verba pública e que por isso merece sim uma fiscalização da sociedade brasileira e dos órgãos competentes.

Ricardo Teixeira vai se exilar em Miami como um ditador que passou anos cometendo as mais terríveis atrocidades, mas que ficou podre de rico.

A mídia nacional baixava a cabeça diante das imposições de Teixeira. Agora, com a democratização das informações pela internet e após a Record desencadear uma série de denúncias contra o dirigente, a CBF perde um ditador e a mídia nacional tenta limpar a sua imagem.

Méritos do Bispo. Fez o que a Globo não consegui, aliás, sequer ousou a tentar.

Comentários

.

.