.

.
.

.

.

.

.

Audiência Pública do projeto de energia da MRN será neste sábado


Neste sábado, dia 10 de novembro, às 9h, no Clíper Santo Antônio, em Oriximiná, será realizada a audiência pública que vai apresentar à sociedade o projeto de substituição da matriz energética da Mineração Rio do Norte (MRN).  A reunião vai discutir os detalhes do projeto de implantação da linha de transmissão Oriximiná-Mineração Rio do Norte, em tensão de 230 mil Volts, que prevê também a construção de duas subestações para interligar a empresa ao Sistema Nacional de Energia Elétrica (SIN). 

A vantagem do projeto para a mineradora será comprar uma energia mais barata e mais limpa, com menos emissão de gases de efeito estufa e que também poderá garantir a ela maior competitividade no mercado mineral nos próximos anos. Para as comunidades de Terra Santa e Faro, o projeto também traz benefícios. O empreendimento da mineradora deixará mais próximo destes municípios a possibilidade de ter energia firme. É que na construção de uma das subestações, a MRN deixará uma saída de energia que poderá ser utilizada pelo governo para interligar Terra Santa, Faro, Nhamundá e outros ao sistema nacional. A cidade de Oriximiná já será beneficiada pela saída de energia que o próprio governo deixará com a construção a subestação que atenderá a linha de transmissão de 500 mil Volts na sede do município. 

A possibilidade de mudança do atual sistema de geração de energia da mineradora chega num momento propício em que o governo trabalha na construção da linha de 500 mil Volts que vai interligar Tucuruí a Macapá e Manaus, passando por 12 municípios, entre eles, Oriximiná, Terra Santa e Faro. Mas, para utilizar e comprar essa energia futuramente, a MRN terá que investir no rebaixamento da tensão de 500 mil Volts para 230 mil Volts, construindo uma nova estrutura de linha de transmissão, torres e subestações. 

Se o projeto for aprovado, em três anos, as operações da empresa no distrito industrial de Porto Trombetas serão abastecidas por uma matriz energética renovável. 

Meio ambiente - Os Estudos de Impacto Ambiental e o Relatório de Impacto Ambiental (EIA/RIMA) já estão disponíveis para consulta pública tanto em Oriximiná, quanto em Porto Trombetas. As comunidades envolvidas no processo também já receberam informações sobre o projeto e cópias dos estudos ambientais, assim como foram convidadas para participar da audiência neste sábado.
 
Fonte: Ascom MRN

Comentários