.

.
.

.

.

.

.

Novas tecnologias vão facilitar o monitoramento ambiental no Pará

Da Agência Pará:

O monitoramento ambiental do Pará ganhou o reforço de novas tecnologias para o combate à degradação ambiental no Estado. Desde o início deste ano, está funcionando na Diretoria de Fiscalização da Secretaria de Meio Ambiente do Estado (Sema), as novas instalações da sala de monitoramento. Novos computadores de alto desempenho, equipamentos multimídia e técnicos geógrafos, engenheiros ambientais, florestais, agrônomos, entre outros, estão qualificados em geoprocessamento de dados e sensoriamento remoto para realização do trabalho.
 
O gerente de Monitoramento Ambiental da Sema, Rodolfo Gadelha, ressalta que o monitoramento da atividade carvoeira é o principal objetivo deste novo espaço, exigência de uma cláusula do Termo de Ajuste de Conduta (TAC) do carvão, assinado pela Sema, Ministério Público Federal (MPF), outros órgãos públicos e siderúrgicas. “O monitoramento se estende também a desmatamentos e a planos de manejo florestal, que a partir deste ano serão verificados em duas etapas: por sensoriamento remoto, através da detecção de exploração florestal seletiva, e por meio da movimentação dos créditos virtuais no Sistema de Comercialização e Transporte de Produtos Florestais (Sisflora)”, complementa.
 
 
Leia Mais Aqui

Comentários