.

.
.

.

.

.

.

Triste realidade

Enquanto alguns prefeitos do Oeste paraense ainda não começaram a trabalhar, seus municípios estão sob o manto da prostituição infantil, do desemprego, das drogas e da violência desenfreada.

Comentários