.

.
.

.

.

.

.

Edson Filho está lúcido e perguntou por celular

Edson Ferreira Filho
Alvo quatro disparos de arma de fogo desferidos por um de seus pacientes, na manhã de hoje no Hospital Regional do Baixo Amazonas, o médico Edson Filho já está lúcido e falando. Filho foi submetido a vários exames. Um raio-x identificou quatro projéteis alojados em seu tórax. Um ecocárdio não encontrou variações no coração, mas o pulmão direito foi prejudicado por um projétil. No entanto, a hemorragia já foi controlada.

À equipe médica que o atendeu, Edson Filho questionou sobre o paradeiro de seu aparelho celular. Na 16ª Seccional de Polícia Civil, nenhum aparelho celular foi apresentado pelos policiais que prenderam o autor dos disparos.

Elionaldo Santos Silva, que tentou contra a vida do médico, está detido na carceragem da Polícia Civil e aguarda decisão judicial para seu destino: o Centro de Recuperação Agrícola Silvio Hall de Moura ou o Hospital de Custódia em Belém.

Comentários