.

.
.

.

.

.

.

Wlad desafia Barbalho nas redes sociais

No Quarto Poder, do jornalista Marcos Santos:

O deputado federal reeleito, alvo de ataques pelo grupo RBA, de propriedade de Jader Barbalho, desde o fim da eleição para governador do Pará, quando o candidato do PMDB, Helder Barbalho, saiu derrotado, usou as redes sociais e sua página no Facebook na tarde desta terça-feira (25) para desafiar o senador Jader Barbalho e seu filho, Helder, a provarem todas as acusações feitas no jornal da família Barbalho, Diário do Pará, sobre a suposta compra de uma luxuosa cobertura tríplex no Rio de Janeiro, em nome de mãe e do filho de Wlad, no valor de R$ 2.350.000,00.

A reportagem do DP, faz afirmações de que o imóvel teria sido adquirido pela Pousada La Musiki, cujos donos seriam Yorran Christie e Lucimar Rebelo, respectivamente filho e mãe do deputado Wladimir Costa.

Em resposta às acusações, o deputado gravou um vídeo direcionado à Família Barbalho com serenidade e lembrando da derrota de Helder na eleição para o governo do Estado. Em seguida, explica que utiliza a rede social para se defender das acusações feitas pelo grupo RBA, pois não tem grupo milionário de comunicação se referindo ao patrimônio dos Barbalhos que inclui emissoras de rádio, TV e jornal.

Wlad diz no vídeo que está sendo covardemente atacado pelo jornal Diário do Pará. Desta vez, ele se queixa dos ataques à sua mãe e seu filho.

Durante a mensagem endereçada à Família Barbalho, o deputado Wlad desafiou publicamente Jader, Helder e Elcione Barbalho, a provarem as acusações sobre a compra da suposta cobertura em nome de sua mãe, do filho ou em seu nome. Caso isso seja feito, Wlad garantiu que renunciará ao mandato de deputado federal na Câmara dos Deputados. Porém, desafiou ainda Jader, Helder e Elcione Barbalho a fazerem o mesmo se nada provarem nas acusações feitas pelo grupo RBA. “O Helder não tem que renunciar a nada, pois não tem nada, não é nada e só vive de política”, completa.

O deputado Wlad Costa reforça ainda que os ataques covardes comandadas pela Família Barbalho contra os adversários, inclusive o governador Simão Jatene e seu grupo político, se acentuaram após a derrota nas últimas eleições e são motivados pelo sentimento de rancor, ódio e frustração.

Comentários