.

.
.

.

.

.

.

Von não teve 17.703 votos de seus vereadores

No Blog do jornalista Jeso Carneiro: 

Por Alailson Muniz*


Alexandre Von perdeu a eleição para Nélio Aguiar, mas a matemática esteve, em parte, ao seu lado. Por ela, Von poderia ter consigo o objetivo da reeleição.

O arco de alianças em torno de Alexandre Von obteve a marca de 74.903 votos. Enquanto que os aliados de Nélio Aguiar obtiveram 68.158 votos.

No entanto, quando foram abertas as urnas da disputa majoritária, constatou-se uma sangria de 17.703 votos no apurado em torno de Alexandre Von, cuja a votação final foi de 57.200 votos.

Já Nélio Aguiar saltou dos 68.158 mil para a marca de 96.034 votos: um plus de 27.876 mil votos.

Como explicar?

Certamente, existem os eleitores que escolhem seus candidatos sem se preocupar em “casar” o voto com o prefeito que seu candidato está apoiando.

Mas, também, existem aqueles candidatos à vereança que, por motivos intrínsecos, não pedem votos para seu candidato ao pleito majoritário. Alguns os chamam de “traidores”, outros os chamam de “oportunistas”.

O certo é que a matemática segurou as mãos de Alexandre Von, mas o deixou cair quando o vento bateu às suas costas.


*Alailson Muniz, jornalista, é flamenguista e pai da Valentina.


Comentários